Restaurante vira caso de sucesso em São Miguel do Gostoso

24
OUT

0

A instalação de uma Sala do Empreendedor no município de São Miguel do Gostoso contribuiu para reduzir as taxas de informalidade e elevar o índice de abertura de mais empresas, principalmente aquelas enquadradas na categoria jurídica do Microempreendedor Individual (MEI).

Até cinco anos atrás, só havia 52 empresas registradas em São Miguel do Gostoso. Hoje já são 340, sendo 196 microempreendedores.

Janaína Cardoso da Silva (foto) faz parte desse grupo. Abdicou da profissão de empregada doméstica e resolveu não ter mais patroa ao abrir o próprio negócio há três anos.

Ela é a proprietária e a figura mais importante do Xepa´s Restaurante, instalado na praia da Xepa (daí o nome do estabelecimento). A moça tem a fama de servir uma das melhores moquecas da cidade.

Tudo começou com uma pequena lanchonete que evoluiu para restaurante e, há sete meses, o Xepa´s deixou de integrar as estatísticas negativas da informalidade. Janaina Cardoso formalizou o negócio como MEI.

A obtenção de um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) possibilitou o desligamento de programas sociais e, por outro lado, permitiu que a empresa de Janaina Cardoso participasse das licitações realizadas pelo município.

Atualmente, o Xepa´s Restaurante é um dos três estabelecimentos que fornecem refeições para o pessoal que dá plantão na cidade, como profissionais da área da saúde e policiais, além de demais servidores. Tal movimento garante faturamento médio mensal de R$ 3 mil.

A regularização da empresa e o direito de emitir notas fiscais abriram outras oportunidades. A microempreendedora está em negociação com um dos grupos eólicos para prover refeições para um grupo de 200 trabalhadores.

“Se der tudo certo, poderei ampliar o meu restaurante e contratar funcionários para dar conta do serviço”.

Fonte: Blog E-Turismo 

Adriana Calcanhoto e Arnaldo Antunes confirmados para o Festival Literário de Natal

24
OUT

0

Adriana Calcanhoto e Arnaldo Antunes são os nomes confirmados para estarem no Festival Literário de Natal, que acontecerá entre os dias 6 e 8 do próximo mês. O evento será realizado no Largo Augusto Severo, na Ribeira.

Adriana Calcanhoto terá 2 momentos no festival Litérário: além do recital ela também participa de bate-papo sobre “Músicapoesia”. “Modernismo, Poesia Concreta, Trópicália: o pós-tudo”, o tema da conversa de Arnaldo Antunes.

O Festival Litérário de Natal ainda terá um espetáculo lítero-musical ” A hora da estrela” em homenagem a Clarice Lispector.

Todas essas informações foram divulgadas pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, em sua conta pessoal do Twitter, no último sábado (18).

Fonte: Portal No Ar 

Natalenses aprovam reforma da Cidade da Criança, mas cobram melhorias

23
OUT

0

Inaugurada há quase uma semana, a Cidade da Criança tem atraído o público natalense para aproveitar momentos de lazer na estrutura pública, que tem aprovado a reforma. A administração chega a considerar a reabertura um sucesso. Mesmo assim, há quem ache que necessite de alguns ajustes.

É o caso da advogada Lídia Santiago, 32 anos, que foi à Cidade da Criança na manhã deste sábado com o marido e a filha de 2 anos. Para ela, a estrutura está melhor do que antes da reforma, mas algo a incomodou bastante: o lixo. “Tudo está muito novo e, mesmo assim, tem muita sujeira. Há poucas lixeiras espalhadas por aqui. Acredito que precisa melhorar a manutenção do local”.

A estudante Andreza Torquato, 37 anos, considera que a estrutura ficou “um pouco melhor” do que era da última vez que visitou o local, antes da reforma. “Não há muita mudança para o que era. Claro, está tudo novo, reformado, mais moderno. Mas achei que teria mais atrações”. Brincando com a filha de 2 anos e o marido no pedalinho da Cidade da Criança nesta manhã, ela acha ainda que Natal precisa de outros equipamentos como esse para o lazer das crianças. “Podia também ter um zoológico, por exemplo”.

A estrutura está muito diferente, no entanto, para a dona de casa Carla Oliveira, que veio de Currais Novos com a filha de 11 anos para conferir as novas instalações da Cidade da Criança nesta manhã. “Lembro que tudo era mais infantil. Gostei de terem revitalizado, mas perdeu um pouco dessa característica”.

O subcoordenador da Cidade da Criança, Heber Medeiros, diz que a administração considera um sucesso a primeira semana de reabertura do equipamento público. “O dia da reabertura nos surpreendeu com um público muito além do que imaginávamos. E estamos com uma série de programações para manter essa a frequência”.

Fonte: Portal No Ar 

Natalenses aprovam reforma da Cidade da Criança, mas cobram melhorias

leia a notícia na íntegra

Empresários reclamam de banheiros próximos a hotéis em Ponta Negra

leia a notícia na íntegra
leia mais notícias