Na Pipa, prato “Risolito” vence Concurso Novos Talentos na categoria Petisco

21
OUT

0

Quatro duplas, quatro petiscos, diversas técnicas, mas um ingrediente-coringa, a banana. No concurso Novos Talentos, realizado na última semana durante a 10ª edição do Festival Gastronômico da Pipa, os jurados escolheram o petisco batizado de “Risolito”, criação das chefs Julian Buna e Fernanda Hammony. A supla preparou uma massa a base de banana da terra (70%) com recheio regional de carne de sol desfiada e refogada na cebola roxa, pimentão vermelho, alho e manteiga do sertão. O “Risolito” ainda acompanha um molho de legumes levemente apimentado + queijo e castanhas.

Para a dupla, o ingrediente principal para conquistar os jurados foi a amizade. “Nós acreditamos muito na nossa receita, mas se não fosse a nossa amizade e cumplicidade não teríamos superado os problemas que tivemos na apresentação, com o ponto da massa, que praticamente desandou. Mesmo com essa dificuldade, seguimos unidos na humildade até o fim e o resultado foi esse, surpreendente”, disse Julian Buna.

Também foram apresentados os petiscos Medalhão seridoense, de José Lucena e José Wellington Araújo, os segundos colocados; Hambúrguer de carne com biomassa de banana verde, de Fabiano Santos e Paulo Victor Souza, em terceiro lugar; e Nanets, da dupla Lindemberg Lima e Karla Oliveira, em quarto lugar.

Os jurados do dia foram os chefs Marcelo Labre, Joyce Francisco, Ângelo Medeiros, Mathieu Michel e Bruno Duarte.

Fonte: Blog Ao Ponto 

Festival Mada divulga programação completa de atrações

21
OUT

0

Faltam poucos dias para o maior festival de música indie do Rio Grande do Norte bater um bolão em um dos palcos da Copa do Mundo 2014. A Arena das Dunas vai abrigar a 15ª edição do Festival MADA – Música Alimento da Alma – o maior evento de música autoral do Rio Grande do Norte. A edição acontece na área de eventos da Arena, que tem capacidade para receber mais de 20 mil pessoas. O Mada acontecerá dias 24 e 25 de outubro e sua realização será viabilizada com recursos do programa Lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura (Governo do RN) e patrocínios da Cosern/Neoenergia, Oi/Oi Futuro.

A produção do festival confirmou a grade de shows com 15 atrações em dois dias. Entre eles, o rapper paulista Emicida, a cantora Tulipa Ruiz, o cantor, compositor Marcelo D2, a inédita Banda do Mar, que faz sua estreia no palco com Marcelo Camelo, Malu Magalhães e Fred Ferreira e o veterano da soul music Di Melo.

Também estarão nesta edição a Manacá (RJ), Two Places at Once (RJ), e Manuche (SP) e os grupos potiguares Far From Alaska (RN), Kung Fu Johnny (RN), The Bop Hounds (RN) e Rastafelling.

“Escolhemos nomes que mantenham o perfil de ineditismo e qualidade musical que sempre fizeram a história do festival. Essa escalação de nomes brinda ao público diversas atrações inéditas tanto no cenário nacional quanto o local”, informa o idealizador do festival Jomardo Jomas.

O Mada também contará com feirinha mix, para venda de produtos artísticos e discos, além da tenda eletrônica, que este ano abrirá espaço para projetos de discotecagem em vinil. Outra novidade do festival é a parceria com a marca de camisetas Laboratório Fantasma, pertencente ao selo do rapper Emicida. A Lab Fantasma, que também é selo/editora /coletivo de arte urbana e produtora, vai comercializar produtos cheios de arte e estilo no espaço Mix do Mada, além de apresentar modelo especial para o festival.

A produção do Mada também está anunciando a promoção de ingressos em sua FanPage facebook/Festivalmada. Saiba mais informações no blog do MADA www.festivalmada.mus.br

 

TULIPA RUIZ (SP) “TUDO TANTO” E “MEGALOMANIA”

Cantora talentosa da nova geração pop/MPB e com dois elogiados discos na bagagem, “Efêmera” (2010), e “Tudo Tanto” (2012), a cantora e compositora santista Tulipa Ruiz está de volta a Natal. Desta vez, apresentando novo single “Megalomania” e turnê do último disco. Nascida em Santos, Tulipa cresceu na cidade mineira de São Lourenço. Seu contato com a música começou cedo, influenciada pelo pai, Luiz Chagas, jornalista e guitarrista da histórica banda Isca de Polícia, de Itamar Assumpcão. Mudou-se para São Paulo, onde estudou Multimeios na USP. Tornou-se ilustradora e redatora por anos até que começou a participar informalmente de alguns projetos musicais. Venceu o Prêmio Multishow de Música Brasileira 2011 e 2012 nas categorias Melhor Cantora e Melhor CD de música brasileira. O álbum Efêmera também foi considerado o melhor disco de 2010 pela revista Rolling Stone, um dos melhores do ano pelo jornal O Globo e um dos melhores da década pela Folha de S. Paulo. O disco ainda foi eleito pelo jornal britânico The Independent um dos melhores álbuns de 2011.www.tuliparuiz.com.br

EMICIDA (SP) “O GLORIOSO RETORNO DE QUEM NUNCA ESTEVE AQUI”

Nome fundamental do hip-hop brasileiro, Emicida faz da palavra e da poesia o motor para levar sua música a muitos lugares. Aplaudido pela crítica nacional, seu trabalho ganhou também alcance internacional. Somente este ano figurou em vários festivais pelo mundo, como o norte-americano SXSW, e o Roskilde, na Dinamarca, além de turnê pela Alemanha. Em Natal, o rapper apresentará o elogiado álbum “O glorioso retorno de quem nunca esteve aqui”, lançado pelo selo Laboratório Fantasma, do próprio rapper, que traz participações de Tulipa Ruiz, Pitty, Wilson das Neves e Elisa Lucinda. Saiba mais: www.emicida.com

A BANDA DO MAR (Brasil/Portugal)

A Banda do Mar sela a parceria do casal Mallu Magalhães e Marcelo Camelo ao baterista português Fred Ferreira. O álbum de estreia foi lançado agora em agosto e a turnê que sucede a divulgação começa este mês. O Mada foi o primeiro festival a anunciar a participação da banda. No repertório, músicas inéditas compostas a seis mãos, e releituras de composições das carreiras solo de Camelo (ex-vocalista/compositor do Los Hermanos) e Mallu. Esta é a primeiro show de Marcelo Camelo em Natal depois do Los Hermanos. Já Mallu Magalhães havia se apresentado no Festival Mada em 2008, com seu disco de estreia. As carreiras de Mallu e Camelo já se encontraram em diversos outros momentos desde o início do relacionamento deles. Começou com uma participação dela no primeiro disco solo de Camelo, Sou, também de 2008. Naquele disco, a dupla fez uma parceria na faixa “Janta”, eleita pela Rolling Stone Brasil como a melhor música nacional do ano. Depois veio participação em Toque Dela, em 2011. Já a presença de Camelo no trabalho de Mallu foi ainda constante, principalmente no terceiro álbum dela, Pitanga, produzido pelo músico do Los Hermanos e lançado também em 2011. O terceiro personagem de A Banda do Mar, Fred Ferreira, iniciou a parceria no último disco de Wado, Vazio Tropical, cuja produção é de Camelo. (Fonte: Wikipédia).

DI MELO (PE)

O Música Alimento da Alma também abre espaço para um clássico. O ‘soulman’ dos anos 70, Di Melo, o “Imorrível”, apelido que ganhou após sobreviver a um acidente da década de 80. Compositor de pérolas como “Kilariô”, “A vida em seus métodos diz calma” e “Se o mundo acabasse em mel”, o artista pernambucano lançou um único disco em sua carreira, o homônimo “DiMelo” gravado em 1975 e que teve participações de Hermeto Pascoal e Cláudio Beltrane, entre outros. Considerado uma pérola rara pela alta qualidade de suas músicas e arranjos, o disco é até hoje cultuado por Djs pelo mundo a fora, além de ter muitos fãs por aqui, como o rapper Emicida. Em 2011, Di Melo reapareceu num clipe do grupo norte-americano Black Eyed Peas (em “Don’t stop the party”). O disco chegou a ser relançado, em CD, em 2002, dentro da coleção “Odeon 100 anos”, coordenada por Charles Gavin. Em reportagem publicada no jornal O Globo, Gavin comentou: “Além de incrível, o disco traz algo que era raridade por aqui, que é o clavinete, instrumento usado por Stevie Wonder e outros astros do soul e funk dos anos 1970.” www.dimelo.mus.br

MARCELO D2 (RJ) “NADA PODE ME PARAR”

Nessa procura pelas batidas perfeitas, não poderia faltar uma das maiores autoridades no assunto, o cantor e compositor Marcelo D2, que foi escalado para estar na 15ª edição do festival. Com o show “Nada pode me parar”, D2 volta a Natal seis anos depois de sua última apresentação no Mada. “Nada pode me parar” é o 10º álbum de um dos mais importantes músicos do País. Aos 46 anos, o ex-Planet Hemp Marcelo D2 continua a se reinventar sem perder os laços com a velha escola do hip hop, o som das ruas e as conexões com o samba. O disco traz 15 faixas novas e diversas parcerias. Com bastante rap, sonoridades eletrônicas, samba e um pouco de R&B, “Nada pode…” teve produção Mario Caldato Jr, participações de Batoré (ConeCrew), Akira Presidente e Shock, do Start, Na canção “Eu já Sabia”, o músico conta com a participação de Hélio Bentes, vocalista da banda de reggae Ponto de Equilíbrio. (Fonte: Site oficial). www.marcelod2.com.br

 

LAB FANTASMA + FEIRA MIX + TENDA/DISCOTECAGEM

Outra novidade do festival é a parceria com a marca de camisetas Laboratório Fantasma, pertencente ao selo do rapper Emicida. A Lab Fantasma, que também é selo/editora /coletivo de arte urbana e produtora, vai comercializar camisetas cheias de arte e estilo no espaço Mix do Mada, além de confeccionar modelo especial para o festival. E por falar em feira Mix, as inscrições para quem quiser participar com um stand estão abertas.

 

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira, dia 24

 

19h30 (abertura) – Dj Magão

20h – Na Mente (PE)

20h30 – Kung Fu Johnny (RN)

21h – The Bop Hounds (RN)

21h30 – Gilber T & Banda + Gerson King Combo (RJ)

22h10 – Di Melo (PE)

23h – Banda do Mar (SP-Portugal) (Marcelo Camelo, Malu Magalhães e Fred Ferreira)

00h10 – Emicida (SP)

 

Sábado, dia 25

21h10- Rastafeeling

21h40 – Manacá (RJ)

22h10 – Far From Alaska (RN)

22h40 – Two Places at Once (RJ)

23h10 – Manuche (SP).

23h50- Tulipa Ruiz (SP).

1h00- Marcelo D2 (RJ).

Fonte: Portal No Ar 

Cidade da Criança é totalmente revitalizada e está reaberta ao público‏

20
OUT

0

O Dia da Criança, comemorado no último domingo (12), foi marcado pela reabertura da Cidade da Criança, em Natal. A Governadora Rosalba Ciarlini fez a entrega do espaço totalmente revitalizado para uso das crianças e também dos adultos.

“O nome é Cidade da Criança, mas este é um espaço preparado para receber a família, construído de forma que todas as idades possam aproveitar, com pista para caminhada, biblioteca, Casa de Vozinha, Escola de Artes, Museu Taxiderme; sem dúvida uma área para os pequenos e onde os adultos vão se sentir crianças novamente”, declarou a Governadora.

A reabertura aconteceu no início da manhã e contou com a presença da Secretaria Extraordinária da Cultura, Isaura Rosado, e da Secretaria Estadual de Infraestrutura, Kátia Pinto, além de um grande público formado por famílias que esperavam para conhecer o resultado da obra concluída recentemente. A Dona de Casa, Daíres Castro, trouxe os filhos Alessandro, de 10 anos, e Alexandro, de 8, para comemorar o Dia das Crianças no Parque. “Nós gostamos, achamos legal, pois tem muitos brinquedos e lugares para visitar”, disse Alessandro.

A recuperação do Parque manteve ambientes que existiam antes e possibilitou a criação de outros. São 25 mil m² com parque infantil, biblioteca, Casa de Vozinha, corredor cultural, escola de artes, anfiteatro, Museu Taxiderme, Espaço Emater com horta agroecológica, Museu RN na Copa, Igrejinha e a Lagoa Manoel Felipe com pedalinhos.

“Essa é uma obra que valeu a pena fazer porque é realmente um espaço que o natalense gosta e queria ter de volta, levamos um pouco mais de tempo pelas adequações que se faziam necessárias com relação a acessibilidade, limpeza da lagoa e paisagismo, tudo isso para que todos possam aproveitar plenamente a área e em segurança”, esclareceu a Chefe do Executivo.

A volta do funcionamento da Cidade da Criança foi um momento saudosista para muitos pais. A vendedora Ane Caroline conta que costumava vir ao local quando pequena e hoje trouxe a filha Ana Flávia, de 3 anos, para conhecer e fazer um piquenique juntamente com os sobrinhos “Eu acho que ela vai divertir tanto quanto eu me divertia aqui, é uma área muito boa, central e uma opção a mais para quem gosta de passeios com os filhos”, disse. A vendedora ficou feliz de saber as opções de lazer oferecidas após a revitalização. “Vou levá-la em todos os ambientes”, completou.

Outubro: Alegria da Criança

Para marcar a reabertura e comemorar o mês das crianças, a SECULT/FJA preparou uma programação especial. Do dia 13 ao dia 31 ocorrerão apresentações musicais, teatrais, oficinas, artes visuais, atividades lúdicas, brincadeiras, manifestações de cultura popular e muito mais.

A programação do “Outubro: Alegria da Criança” acontecerá de quinta a domingo e será totalmente gratuita.

O funcionamento normal do espaço será sempre das 8h às 18h, com a pista de corrida aberta a partir das 5h.

Obra de reforma

Interditada em 2008, a Cidade da Criança teve as obras de reforma, ampliação, adequação iniciadas em dezembro de 2009, pela construtora M&K, que desistiu do contrato em 2011. A obra foi novamente licitada, tendo a Construtora Ramalho Moreira reassumindo as obras em 2012. A cidade da criança teve investimento de R$ 9 milhões.

Agora todos os espaços foram recuperados, adequados aos padrões de acessibilidade, a lagoa passou por uma limpeza, tratamento de esgoto e dragagem e recebeu equipamentos de segurança.

Fonte: O Jornal de Hoje 

Cidade da Criança é totalmente revitalizada e está reaberta ao público‏

leia a notícia na íntegra

Setur e Senac oferecem cursos gratuito de informações turísticas‏

leia a notícia na íntegra
leia mais notícias